sexta-feira, 12 de março de 2010

Tributo  a  César

Falou e disse o poeta:
Quem não deve não teme
Não foge da raia
Não morre na praia
Como um João Ninguém...
Anda de peito aberto
De bem com a vida
E feliz com o quê tem...
Quem deve, deve pagar
Pagar para ser feliz!
Ser livre é ser consciente
De ser um bom cidadão
Agindo com o santo dever
De agir como um bom cristão...
Dai a César o quê é de César
E a Deus o quê é de Deus
Dai o suor do Teu rosto
Para garantir o pão
A quem não cumpre o dever
O direito não tem razão
Quem vive com os pés no chão
Não cai na boca do leão!
Tenho dito!

12 comentários:

  1. Olá poeta
    Bela mensagem em forma de poesia. Realmente quem não deve não teme.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Eu pago smp o que devo, portanto pago aqui com um comentário dando-lhe os parabéns por mais uma boa postagem

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Como viver mais anos!
    Vá mais lugares,
    Abrace Mais amigos,
    Dance Mais,
    Diga menos nãos,
    Invente menos problemas,
    Coma mais sobremesas ,
    Pratique mais esportes,
    Ria mais de si mesmo,
    Vá mais ao cinema,
    Saia mais com os amigos,
    Cante mais,
    Plante uma árvore,
    Brinque mais,
    Tire mais fotos,
    Visite o céu ,
    Visite o fundo do mar,
    O topo de uma montanha!
    Beije mais,
    Abrace mais,
    Conte mais piadas,
    Se apaixone mais vezes,
    Mesmo que seja sempre pela mesma pessoa!

    (Laura Baptista Leite).

    Bom fim de semana.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Foi bom ter vindo aqui: descobri mais alguém cuja escrita me interessa.

    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Joãoooooooo, obrigada pela visita e comentário! Vim conhecer teu blog, já vi e fiquei kkkk

    Adorei a mensagem, muito boa a forma como você diz poeticamente "quem não deve não teme".
    Adorei,
    ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  6. Tem selinho "Dia do Blogueiro" lá pra vc, sinta-se à vontade para aceitar.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  7. Olá amigo poeta!
    Uma mensagem que todos deveriam sempre refletir e se lembrar: "quem não deve não teme".
    Forte abraço, Fernandez..

    ResponderExcluir
  8. João,

    Que lindo poema meu amigo!

    Você voltou com a corda toda heim?

    Adorei!

    Bjs.

    Rosana.

    ResponderExcluir
  9. Olá querido amigo João, Grande Poeta,

    Que bom vê-lo novamente postando poesias.
    Essa, por sinal, muito bela e incisiva.

    Realmente, quem não deve não tem o que temer e sempre está em paz com mundo e consigo mesmo, recebendo por prêmio, a felicidade almejada.

    Gostei muito querido amigo. Fique com a paz e a proteção de Deus.
    Carinhoso e fraterno abraço.
    Lilian

    ResponderExcluir
  10. João, que saudades!

    E aqui estás tu, a todo o vapor, lembrando a gente, que a liberdade está na transparência da nossa consciência!

    Adorei o teu poema.

    Grande abraço
    Luísa

    ResponderExcluir
  11. LINDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Parabéns
    ;)

    ResponderExcluir
  12. Que Post Fantástico!
    AMIGO JOÃO BATISTA.


    Uma das mais belas passagem de mensagem em Poesia, retratando a lei dos deveres e direitos!
    Um Poema absolutamente, magistral!
    Contagiou. Mexeu. Valeu.
    De Coração,
    LISON.

    ResponderExcluir